Espetáculo8 e 9 de Abril/2016, pelas 21:30.

Estilo: farsa/comédia

Ingresso: 5,00€ *

M/6

(*) - No caso de entidades com protocolos com o TE-ATO, por cada bilhete adquirido é oferecido um segundo bilhete.

Protocolos:

IPL


TE-ATO (Grupo-Teatro de Leiria)

Sala Jaime Salazar Sampaio

Rua Pedro Nunes 15-A
Leiria, 2401-206 Leiria
Portugal

Contactos: 962 904 385  |   www.te-ato.com  |  facebook | Mapa localização



Ficaríamos muito gratos pela divulgação na sua empresa/instituição.

Sabia que o espetáculo poderá ser exibido na sua instituição ou eventos? Contacte-nos! 



"A Farsa do Mestre Pathelin"

A nossa Farsa parte da tradução do original francês (pelo menos daquela que nos parece estar mais próxima do original), bem como do cruzamento com outras compilações feitas em língua portuguesa.

Após esta recolha houve ainda lugar para alguma liberdade criativa e esta nossa versão tem muito de próprio, reescrito, umas vezes, introduzido, outras tantas.

Sendo um clássico com provas dadas - sobreviveu mais de cinco séculos e levada à cena por reconhecidas Companhias mundo fora, crêmos ser uma mais-valia para o TE-ATO no sentido de cativarmos espectadores pela subtileza e humor inteligente do texto.

Nesta versão do TE-ATO, a temas e circunstâncias intemporais de crítica social retratados na farsa "original", são dados pormenores de contemporaniedade e de retrado da realidade da sociedade atual, provando-se que o presente nunca esteve demasiado afastado do passado e, teme-se, que o mesmo possa repetir-se e perpetuar-se no futuro. Não obstante, o melhor é rirmo-nos de nós próprios mesmo que "outros" também o possam fazer de nós. 

TE-ATO


"La farce de maître Pathelin" (A Farsa do Advogado Pathelin[1]) é uma peça de teatro francesa composta no fim da Idade Média, por volta de 1460 (foi encontrada em 1469). A primeira edição impressa data de 1474. Esta peça, na qual não se tem conhecimento do autor, constitui em uma das mais importantes obras do teatro medieval. É considerada a primeira comédia da literatura francesa.

Critica e satiriza os costumes das duas mais fortes classes sociais da França do século XV, os comerciantes e os homens de leis. Os personagens são todos canalhas e Pathelin, o protagonista, mente descaradamente. A história fez com que patelin se tornasse um adjetivo pejorativo referente a alguém hipócrita.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/La_farce_de_ma%C3%AEtre_Pathelin, em 20141026

©2014 TE-ATO. Todos os direitos reservados.